A Pior das Bruxas [2017] – 1ª Temporada

Título: A Pior das Bruxas (The Worst Witch) | Ano: 2017 | Status: Em Andamento | Temporadas: 01 | Resenha: 01/01 |  Elenco Principal: Amanda Holden, Bella Ramsey, Clare Higgins, Dagny Rollins, George Boytonni, Jenny Richardson, Kacey Ainsworth, Kitty Martin, Meibh Campbell, Miriam Petche, Nicola Stephenson, Philip Martin Brown, Raquel Cassidy, Shauna Shim, Stephanie Eccles, Tallulah Milligan, Tamara Smart, Wendy Craig, Zita Sattar | Canal: Netflix & CBBC | Legendas: Netflix

 

Banco de Séries // TV Time

A garota Mildred leva uma vida normal até o dia em que conhece a bruxa Maud. Mildred descobre que tem aptidões para se tornar feiticeira. Ela então começa a frequentar a Academia Cackle, uma escola para bruxas. Mildred tem as melhores professoras, mas inexplicavelmente a garota sempre se dá mal na hora de realizar os feitiços, revelando ser a pior das bruxas.

10Com o avançar da coisa, conhecemos as professoras, colegas e “inimigas” da protagonista, que já aviso logo, só se ferra. O enredo de fundo dessa temporada envolve Ada Cackle e Ágatha Cackle (Clare Higgins), irmã gêmea da diretora, que deseja usurpar a escola das mãos de Ada e não mede esforços para conseguir, enquanto, na cagada, Mildred acaba salvando a instituição algumas vezes.

As personagens são as mais diversas, temos a desajeitada, a inteligente legal, a inteligente chata e filhinha de mamãe, a seguidora da malvada, a professora boa e a professora má, e claro, algumas das citadas se encontram em mais de uma personagem. As minhas preferidas acabam sendo as malvadas na maior parte das vezes, e aqui não foi diferente, Sou completamente apaixonada pela Ethel Hallow (Jenny Richardson) e pela Hardbroom (Raquel Cassidy), que é a professora de poções. Talvez meu amor pela Hallow venha na verdade da série antiga, protagonizada pela MARAVILHOSA da Felicity Jones? Talvez, mas ainda amei demais a Jenny no papel também. Apesar da série ser bem bobinha, gostei bastante da atuação de todas as atrizes, não tenho nada a reclamar, talvez só da falta de energia da Drussila (Tallulah Milligan) que me incomodou em alguns pontos, mas isso também pode ser uma coisa da personagem mesmo.

Como eu disse algumas linhas acima, a série é bem bobinha, feita pro público infantil mesmo, mas mesmo assim eu gostei bastante. Acabei assistindo por influência de algumas amigas potterheads que diziam que The Worst Witch é uma cópia descarada de Harry Potter, mas depois de alguma pesquisa, tenho aqui dois fatos bem interessantes: 1. A série original começou em 1998 e terminou em 2002; 2. Ela é baseada na série de livros homônima da escritora Jill Murphy e lançado entre 1974 e 2013. Portanto, não temos cópias, mas talvez JK Rowling tenha usado esta série como inspiração para sua maior obra. Vale muito a pena assistir, mesmo se você já for adulto, mostra um conceito diferente das bruxas, onde elas precisam de muito mais que uma varinha para fazer magia.

De ponto positivo eu vou destacar as INCRÍVEIS resoluções dos problemas e a história da Ethel. Sim, eu realmente fixei na Ethel e existe toda uma explicação pra ela ser essa ranzinza metida que é. Já o principal ponto negativo da série pra mim foi o fato de todo episódio alguma coisa dar ruim pra Mildred! No começo é até legal, mas lá pro episódio 6 a gente já espera e nem se surpreende mais, isso ficou muito repetitivo. Por favor, alguém manda benzer essa garota!

May the Force be with you. That’s all, Folks!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Autora

Prazer, Bianca “Bia” Caroline, tenho 21 anos, sou Carioca e estudante de Biblioteconomia (e jornalismo nas horas vagas). Por aqui vocês vão ver algumas resenhas e dicas de coisas que eu gosto, como filmes, séries, livros, música e um pouquinho sobre mim, além de alguns posts especiais feitos com muito amor para todos os públicos.

Redes Sociais UCP
Skoob
Blogagens Coletivas
Desafios