O Labirinto do Fauno

Título: O Labirinto do Fauno (Pan’s Labyrinth/El Laberinto del Fauno).

Lançamento: Dezembro/2006.

Elenco principal: Ivana Baquero, Sergi López, Doug Jones, Ariadna Gil, Maribel Verdú, Alex Angulo e Roger Casamajor.

o-labirinto-do-fauno-poster

Espanha, 1944. Oficialmente a Guerra Civil já terminou, mas um grupo de rebeldes ainda luta nas montanhas ao norte de Navarra. Ofelia, de 10 anos, muda-se para a região com sua mãe, Carmen. Lá as espera seu novo padrasto, um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Solitária, a menina logo descobre a amizade de Mercedes, jovem cozinheira da casa, que serve de contato secreto dos rebeldes. Além disso, em seus passeios pelo jardim da imensa mansão em que moram, Ofelia descobre um labirinto que faz com que todo um mundo de fantasias se abra, trazendo consequências para todos à sua volta.

Ao ouvir o nome “Guillermo Del Toro”, já sabemos que tem filme bom vindo aí, não é mesmo? Foi exatamente assim que me senti ao buscar mais informações sobre este filme que muito enrolei para assistir. O Labirinto do Fauno conta a história de Ofelia, que na verdade é uma princesa de outro reino, mas não se lembra disso. Ao se mudar para a casa de seu novo padrasto, o cruel Capitão Vidal, Ofelia é visitada por um Fauno e a partir daí, precisa cumprir tarefas um tanto quanto mágicas para poder se lembrar e retornar à sua verdadeira realidade.

Antes de assistir, eu pensava que seria um filme completamente assustador, por causa das fotos que vi ao longo da vida, mas quando finalmente comecei, pensei “ah, nem parece ser tão assustador assim”. E não era, mas eu também não esperava que ele seria tão tenso e parcialmente violento. Fiquei bastante surpresa com o decorrer do filme e o que eu achava que me daria medo, na verdade me deixou bem apreensiva, mas não com medo.

18614531-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Simplesmente amei a atriz que viveu a Ofelia (Ivana Baquero), assim como o ator de que deu vida ao Capitão Vidal (Sergi López), senti que ele conseguiu passar muito do personagem e eu fiquei bastante chocada com isso, pois Vidal parece ser um personagem muito complexo. E sabem aquele ator que você pensa “Já te vi em algum lugar”, mas na verdade você nunca ouviu falar? Alex Angulo.

A OST é apenas instrumental, mas devo chamar atenção para a música tema, que na playlist aparece no final como “Pan’s Labyrinth Lullaby”. Ela me arrepiou no momento em que tocou pela primeira vez. É uma ótima melodia, mas com um tom sombrio e misterioso, que combina totalmente com toda a aura do O Labirinto do Fauno.

18614536-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

No fim das contas, fui bastante surpreendida pelo longa, já que esperava uma coisa e obtive algo muito maior. Sem dúvidas, um filme que pretendo rever e indicar para todos aqueles que por algum motivo ainda não assistiram. Mereceu absurdamente todas as indicações e prêmios que recebeu.

Curiosidades – O Labirinto do Fauno foi escolhido como representante do México para o Oscar de melhor filme estrangeiro, além de disputar outras categorias, ganhando o Oscar de melhor direção de arte, melhor fotografia e melhor maquiagem.

tumblr_nm8ldgoklx1s50pclo4_1280

May the Force be with you. That’s All, Folks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Autora

Prazer, Bianca “Bia” Caroline, tenho 22 anos, sou Carioca e estudante de Biblioteconomia (e jornalismo nas horas vagas). Por aqui vocês vão ver algumas resenhas e dicas de coisas que eu gosto, como filmes, séries, livros, música e um pouquinho sobre mim, além de alguns posts especiais feitos com muito amor para todos os públicos.

Skoob