As Caça Fantasmas

Título: As Caça Fantasmas (Ghostbusters).

Lançamento: Julho/2016.

Elenco principal: Melissa McCarthy, Kristen Wiig, Kate McKinnon, Leslie Jones (II), Chris Hemsworth, Charles Dance, Michael K. Williams e Andy Garcia.

as-caca-fantasmas-poster

Atualmente uma respeitada professora da Universidade de Columbia, Erin Gilbert (Kristen Wiig) escreveu anos atrás um livro sobre a existência de fantasmas em parceria com a colega Abby Yates (Melissa McCarthy). A obra, que nunca foi levada a sério, é descoberta por seus pares acadêmicos e Erin perde o emprego. Quando Patty Tolan (Leslie Jones), funcionária do metrô de Nova York, presencia estranhos eventos no subterrâneo, Erin, Abby e Jillian Holtzmann (Kate McKinnon) se unem e partem para a ação pela salvação da cidade e do mundo.

As Caça Fantasmas é um filme que dispensa apresentações, afinal, é um remake de Os Caça Fantasmas (1984), com história mais ou menos igual e personagens absurdamente parecidos  com os originais. Três cientistas “especializados” em fenômenos paranormais e um extra que na verdade não tem nada haver com o angu (se bem que Winston tinha mais lógica para estar lá do que a Patty [nada contra a maravilhosa da Leslie])

O fato de colocarem mulheres nos papéis que anteriormente foram feitos por homens foi super “close certo”, levando em conta o momento que estamos vivendo, bastante voltado para o empoderamento feminino. Mas na minha opinião toda a equipe do filme pecou ao colocar as personagens principais sendo muito bobonas.

Outra adição meio desnecessária foi a do Chis Hemsworth no papel de “secretário gostoso porém não tão inteligente”. Aí você vem me dizer “Bia, no final ele foi bem útil… E aquela dancinha salvou toda a aparição dele”. Sim, é verdade, a dancinha salvou, e se você fechou o filme antes dos créditos, volte, pois temos mais dança e música legal (e cena pós créditos, lá no final mesmo).

Tirando a parte da “cópia” e a comédia demais sem necessidade, o filme é muito bom sim, fez jus ao nome dos Ghostbusters e as atrizes escolhidas foram um arraso. A OST foi outra que mostrou pra que veio ao mundo, dando todo um toque especial e também uma nostalgia, já que podemos ouvir uma nova versão da música original. Para quem assistiu os filmes originais, vale a pena conferir esse, mas se não quiser, não perde muita coisa.

May the Force be with you. That’s all, Folks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Autora

Prazer, Bianca “Bia” Caroline, tenho 22 anos, sou Carioca e estudante de Biblioteconomia (e jornalismo nas horas vagas). Por aqui vocês vão ver algumas resenhas e dicas de coisas que eu gosto, como filmes, séries, livros, música e um pouquinho sobre mim, além de alguns posts especiais feitos com muito amor para todos os públicos.

Skoob