Supernatural – 1ª Temporada

Título: Supernatural | Ano: 2005 | Status: Em exibição | Temporadas: 13 | Resenha: 1/13 | Elenco Principal: Jared Padalecki, Jensen Ackles, Jeffrey Dean Morgan e Jim Beaver | Canal: The CW (Anteriormente: WB)

 

[Banco de Séries // TV Time]

 

Desde que era pequeno, Sam Winchester (Jared Padalecki) tentava escapar do próprio passado. Após a misteriosa morte de Mary (Samantha Smith), o pai de Sam passou a procurar vingança contra as forças do mal que mataram a esposa, destruindo qualquer ser maligno que cruze o seu caminho. Ao contrário de Sam, Dean (Jensen Ackles), irmão mais velho, sempre quis seguir os passos do pai. Sam está determinado a se livrar do “negócio da família”, mas sua vida está prestes a tomar os rumos que ele não desejava, quando ele fica sem escolhas a não ser unir-se ao irmão.

 

Bia, você vai falar de Supernatural, essa série velha que todo mundo já viu?” Vou! Estou reassistido pra ver se dessa vez eu não empaco na quinta temporada, mas não é sobre isso que eu vim falar, né? A história dos irmãos Winchester começa com um demônio matando a mãe deles e, de certa forma, amaldiçoa os dois. Dean (Jensen Ackles) e Sam (Jared Padalecki) são filhos de um caçador de… Coisas, coisas ruins, pra dizer a verdade, e Sam era só um bebê quando tudo aconteceu, mas anos mais tarde foi a vez de sua namorada, Jessica (Adrianne Palicki), morrer da mesma forma que sua mãe: Presa no teto, com um corte na barriga e consumida por chamas. Logo Dean apareceu com outra notícia nada legal, seu pai havia sumido. Sendo assim, ambos saíram numa busca pelo patriarca, seguindo o seu rastro e, no caminho, matado coisas.

Lá atrás, quando eu estava assistindo a série pela primeira vez, lembro de ter gostado MUITO da atuação de todos, mas agora, um pouco mais velha e depois de anos sem ver esses dois com essas caras de bebê (na verdade, o Jared, porque o Jensen não envelhece!), posso realmente afirmar, essa atuação deles é muito boa. Na primeira temporada de Supernatural vemos realmente a essência da coisa, que não se resume apenas a buscar demônios, travar batalhas envolvendo outros seres da Bíblia e tal, mas explora a comédia, o suspense e o drama, com várias lendas diferentes, então os atores realmente precisaram entrar no “espírito” da coisa.

 

 

A playlist é um show muito particular em Supernatural. Seguido bastante o estilo dos personagens, principalmente de Dean, a trilha sonora vem recheada de vários clássicos do rock, dos anos 60 aos 80 tais como AC/DC, Eagles Of Death Metal, Lynyrd Skynyrd, Foreigner e muito mais! Clique aqui e confira a playlist da primeira temporada no Spotify!

Essa é uma das minhas temporadas favoritas porque é o começo de tudo, de toda a história dos Winchester que já se segue aí por treze temporadas, e também porque ela se mantém em algumas lendas mais antigas, como a famosa Bloody Mary (que ocasionou uma quebra inesperada em um dos espelhos durante as gravações) e resoluções já muito conhecidas, como sal, queimar restos mortais para acabar com os fantasmas e outros. O destaque aqui é para as inúmeras personalidades que eles devem assumir, desde oficiais do FBI a padres. Pontos negativos? Nessa eu não encontrei nada muito OOOH, mas odeio a demoniazinha que se faz de amiga do Sam. Pontos negativos virão, afinal, é só a primeira temporada, né?

 

May the Force be with you. That’s all, Folks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Autora

Prazer, Bianca “Bia” Caroline, tenho 22 anos, sou Carioca e estudante de Biblioteconomia (e jornalismo nas horas vagas). Por aqui vocês vão ver algumas resenhas e dicas de coisas que eu gosto, como filmes, séries, livros, música e um pouquinho sobre mim, além de alguns posts especiais feitos com muito amor para todos os públicos.

Redes Sociais UCP
Skoob